quarta-feira, 8 de junho de 2016

“Quem disse que 'as regras de Deus' tiram a liberdade e impedem a felicidade”?!


Aquele que conhece a Deus deleita-se nos seus estatutos porque neles encontra a verdadeira liberdade e segurança (Salmo 119.45; 37.31). Todo pai estabelece "regras" para seus filhos, essas ordenanças visam protegê-lo e com seus conselhos de sabedoria dá-lhe entendimento para um viver sábio em retidão. Com Deus Pai não é diverso. Segundo Hebreus 12.8ss, "filhos ilegítimos" não têm disciplina e norte, porque não têm quem se importe, estão a mercê da sorte e lançados ao redil de seus pensamentos. Mas aqueles que servem a Deus são regidos por sua Palavra e guiados pelo seu Espírito (Romanos 8.14; João 14.24). Eles se dispõem a seguir os decretos do SENHOR até o fim de seus dias (Salmo 119.112). Quem não conhece a Deus (conforme a Bíblia Sagrada) e desconhece sua Palavra (porque lhe é loucura, 1 Coríntios 2.14) confunde-se achando que ela é aprisionadora e inibe o jovem, castrando a sua liberdade. É exatamente o oposto, a verdadeira liberdade não consiste em fazer o que se deseja, mas na capacidade de obedecer a Deus, exatamente: quem vive pecando é escravo do pecado (Romanos 6.18), logo como escravo não pode por si só obedecer a Deus, já quem é liberto do pecado não é mais dominado por ele, assim pode obedecer a Deus de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida (Romanos 6.17). "As regras de Deus" protegem o jovem e não o impedem de viver alegremente a sua juventude (Eclesiastes 11.9), a diferença é que ele teme a Deus e isto é o princípio da mais pura sabedoria (Provérbios 9.10; 15.33), já os insensatos a desprezam (Provérbios 1.7) e recusam o temor do Senhor (Provérbios 1.29), seus caminhos lhes parecem ser perfeitos, mas seu fim é a morte (Provérbios 16.25; 14.12). A Palavra de Deus é lâmpada que ilumina os passos e luz que clareia o caminho (Salmo 119.105) logo, aquele que se deixa conduzir por ela não viverá em tropeços e ao guardá-la no coração, não viverá na prática contínua do pecado (Salmo 119.11), exatamente porque é nascido de Deus (1 João 3.9). Por fim, nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. (1 João 5:3). Jesus disse, "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30). Conheça a verdade, e a verdade te libertará. (João 8:32). Disse-lhe Tomé: "Senhor, não sabemos para onde vais; como então podemos saber o caminho?" Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. (João 14:5,6).

Janaína Costa
ministerio.c.adolescentes@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário