terça-feira, 7 de junho de 2016

"Notas Breves II"

Reflita antes de agir!

 A reflexão é uma excelente prática. Aprendi a cultivá -la na adolescência. Principalmente tomando como suporte as Escrituras. Acho que por isso me preocupo tanto que os adolescentes amem e saibam estudar a Bíblia e assim utilizá -la como base para tudo na vida! Quando um adolescente aprende a refletir ele passa a ter uma visão melhor do que lhe acontece e de como agir, mais precisamente no que precisa mudar e decidir, e passa a se conhecer melhor, não sendo apenas um reprodutor de condutas instintivas influenciado seja pelo que for, mas aprende a ser moderado, qualidade esta recomendada aos jovens pela Palavra de Deus: "Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados". Tito 2.6. O livro de Provérbios e de Salmos são dois exemplos de como a reflexão pode evitar até males por causa da prudência, extraindo lições preciosas para um viver sábio!


Cuidado com seus passos!

 Passos que não seguem seus próprios pensamentos e desejos, nem se baseiam pelas pegadas dos outros, mas são direcionados de acordo com a Palavra de Deus, certamente não tropeçarão: "Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho"! (Salmo 119.105). "Desviei os meus pés de todo caminho mau, para guardar a tua palavra". (Salmos 119:101). "Os meus olhos estão sempre voltados para o Senhor, pois só ele tira os meus pés da armadilha". (Salmos 25:15). "Refleti em meus caminhos e voltei os meus passos para os teus testemunhos".(Salmos 119:59).


"Deus cura nossas feridas interiores"!
 Sim, não há ferida interior que Deus não cure, mas também é preciso que se permita ser tratado e curado, pois em muitas vezes, o ferido se apega tanto à sua dor, que não consegue viver sem alimentar - se dela, a não ser que substitua por outra. Passa então a viver "ciclos de dores" intermináveis, exatamente porque não se permite abrir mão delas! Será necessário ajuda, mas também esforço próprio para reagir, procurar até mesmo tratamento especializado, se preciso, e acreditar que Deus é poderoso para mudar vestes de pranto em riso. Sim, é possível! ●"Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria". (Salmo 30:11). O SENHOR pode soltar toda e qualquer ataduras! (Salmo 116.16). ●"E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás". (Salmo 50:15). ● "Tu és o meu abrigo; tu me preservarás das angústias e me cercarás de canções de livramento". (Salmo 32:7). ● "Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei". (Salmo 91:15). ● "E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades". (Salmo 107:6). ● "Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas". (Salmo 147:3).

"Pré-adolescentes enamorados"!

Já vi e ouvi pré - adolescentes chorando e "de mal" com os pais porque queriam muito namorar. Alguns ficaram até sem comer aquela pizza deliciosa. Eita, era sério mesmo!? Sim, era sério para seu tempo e perspectiva pré-adolescente. Eram apenas garotos e garotas com seus breves, mas intensos pensamentos e sentimentos de 12, 13 anos. Pais amorosos e firmes que não cederam à pressão e chantagem emocional dos filhos, estiveram juntos, mas não "deram corda" nem foram indiferentes para com o desejo temporário deles. Hoje eles e elas agradecem aos seus pais pelo apoio, firmeza e zelo que tiveram. Nenhum ficou traumatizado ou frustrado. Eles aprenderam a lidar e discernir melhor seus sentimentos e desejos, e seguem suas vidas normalmente hoje. Se você pré - adolescente está nessa, acredite em seus pais, contenha - se, viva sua pré - adolescência sem antecipar etapas de sua vida e desenvolvimento. Dói sim, mas não morremos disso. As vezes até sorrimos muito depois, pode crer que sim. Seu tempo de namorar vai chegar!

"Cuidado com as carências"! 
 As vezes na adolescência pensamos que "tudo é amor", por pouco suspiramos e achamos que se não namorarmos aquela pessoa que parece ser a mais perfeita de todas, o nosso mundo acaba. Ouvir conselhos sábios e maduros (principalmente dos pais) pode livrar a adolescência de muitas dores e perdas de tempo. A carência tem muitas origens, desde uma lacuna de afeto e atenção dos pais, conflitos familiares, necessidade de autoafirmação ou até mesmo a falta de um bom chocolate. Então não vá pensando que o amor está em tudo e todos que fazem você se sentir bem, confiante e aceito. Assim como também não significa ser quando você tem taquicardia. O amor é bem mais que uma canção e uma poesia...Aprenda a discernir suas carências, sejam quais forem, e não se deixe guiar por elas!

 "Aos Pais"!
Passos importantes para instrução:
---》Observando/Percebendo os filhos (atenção)
---》 Buscando sabedoria em Deus (Palavra de Deus + Oração )
---》 Ensinando os filhos (Diálogo com amor/Tempo com eles).



"Fazer discípulos"!
Não são apenas os líderes que devem fazer discípulos, mas todos os crentes precisam interessar -se com dedicação para este imperativo de Jesus (Mateus 28.19,20). Imagina se cada crente se empenhasse para acompanhar e discipular uma pessoa levando - a a Cristo até que esta estivesse pronta a fazer o mesmo por outra? Muitas vezes vemos cursos e cursos sendo realizados nas igrejas e não observamos uma mudança na mentalidade e na atitude dos crentes com um avanço significativo no discipulado. Apenas uns poucos (ou os mesmos) mantém - se voluntariamente neste trabalho em suas igrejas (conheço muitos assim). Como se a incumbência fosse apenas para aquele que recebe "o cargo de discipulador" e não de toda igreja. Já ouvi pessoas dizendo que não têm "o dom para discipular", mas não se trata de um dom, mas de amor, compaixão, obediência e satisfação em partilhar com os outros as boas novas de salvação pela fé em Cristo Jesus, o perfeito Filho de Deus. O único Senhor e Salvador do mundo! (Atos 8.30-40; Romanos 10.14). Outro fator equivocado em relação ao discipulado é trará -lo apenas como algo pontual, esporádico ou mais um programa especial realizado pela igreja e não contínuo e sistemático.

 "Abra seus olhos, decida acordado"!


 Não vá basear sua vida e tomar decisões apenas a partir dos sonhos que tens enquanto dorme ou cochila (alguns até mesmo quando acordados). Os sonhos praticamente ocorrem em decorrência de desejos e medos sufocados, assim como das muitas preocupações e ocupações da vida. (Eclesiastes 5.3). Além disso, Deus nos deu sua Palavra e com ela temos discernimento para fazer escolhas, não precisa ficar pedindo a Deus um sonho para cada passo que você dará na vida! Seja um jovem sábio, moderado e coerente, utilize os princípios de Deus e guarde a Palavra dele em seu coração, ore e ouça conselhos prudentes.

"Quando os pais erram"! 
 Quando sua fé realmente está firmada em Cristo e você o conhece verdadeiramente, a decepção sofrida com a hipocrisia e/ou pecado de seus pais não altera a Palavra da verdade que lhe foi ensinada por eles. Os princípios de Deus não perdem sua validade se aquele que os ensina não os obedece. Nem os seus estatutos caducam devido à infidelidade humana. A Palavra de Deus continua sendo verdadeira e imutável e não depende de pessoas para isto. Deus é o mesmo e não sofre sombra de variação. Tanto a alma dos pais quanto a dos filhos pertencem a Deus individualmente, aquela que pecar, ela morrerá. E se os pais que pecaram se arrependerem e se converterem de seus maus caminhos, e mesmo assim os filhos praticarem iniquidade alegando os erros de seus pais para justificarem sua desobediência e revolta contra Deus, os filhos perecerão em razão de seus próprios pecados e não pelos erros pretéritos de seus pais. O fruto amargo é percebido na boca daquele que o sorve e não na de outrem. Seja qual for a dimensão da decepção e frustração sofrida, qualquer que sejam também as consequências advindas delas para a família, jamais culpe ou responsabilize a Deus pela escolha dos homens, nem pelas suas também. Cada um se lamente de suas próprias misérias, se arrependa e deixe seus maus caminhos, converta-se ao Senhor Deus, compassivo e cheio de misericórdia.

"Esforça-te, comunique-se corretamente"...
 Nem sempre o silêncio traz a real percepção para o outro. Além disso, as falsas impressões sempre geram ações equivocadas. O mal entendido traz para aquele que o detém, a doentia ruminação de pensamentos e com ele sentimentos sofríveis pelas palavras não ditas e por aquelas não ouvidas. Tudo isso distancia, empobrece, adoece e sepulta relações, também intoxicam o indivíduo que sofre por alguma dessas situações. O remédio e a prevenção para tudo isso está na comunicação franca, sadia e honesta. Para que esta ocorra e surta efeito, o orgulho e o egoísmo devem ser renunciados, abrindo mão de "direitos", dando lugar e primazia unicamente ao verdadeiro amor. Caso contrário, serão colecionados apenas "cemitérios relacionais".

Um comentário: