segunda-feira, 27 de junho de 2016

"Se a Bíblia não disser, como saber se algo que eu quero é certo ou errado"?


Plano de acompanhamento para os pais - I

Assim como os pais se interessam e participam das atividades escolares dos filhos durante a semana, é de bom tom e bíblico que os pais tenham zelo pela vida espiritual dos filhos, pois eles são herança do SENHOR. Não se deve atuar apenas “cobrando” ou “mandando ir ou fazer”, mas interagindo, pelo exemplo e orientando ao fazer junto com eles também. Se a sua igreja não tem um ministério de adolescentes estruturado, converse com o pastor, de todo modo não dependa, pois aos pais cabe a instrução bíblica e a educação cristã dos filhos, a igreja apenas auxilia nesta função. Segue uma opção de acompanhamento semanal:

Pais integrados e participativos no ministério de adolescentes:

1) Há alguma leitura bíblica diária para esta semana?
2) Definiram os objetivos de oração diário junto com os filhos?
3) Está inteirado sobre qual é a lição bíblica da ebd para o final de semana?
4) Está informado sobre as atividades do ministério de adolescentes e estimulando o filho a participar ativamente?
5) Disposto a separar tempo para buscar a Deus individualmente e também junto com os filhos?
6) Aproveitar e criar oportunidades para conversarem e discutirem sobre as leituras bíblicas da semana.

Deus vos abençoe nesta tão nobre missão. Sempre ore a Deus e busque-O por sabedoria e graça, na Palavra dEle você encontrará alimento espiritual e instrução para si e para seus filhos. Busque-O, Confie, Dependa dEle e persevere amando sempre.

Abraços,
Janaína Costa
http://ministerio-c-adolescentes.blogspot.com.br/

Veja a sugestão abaixo:

O DEVER PRIMORDIAL DOS PAIS - Deuteronômio 6.1-9


Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa. Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões. Deuteronômio 6:5-9

segunda-feira, 13 de junho de 2016

ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS

ESBOÇO – ESTUDO DOS EVANGELHOS

1) ESBOÇO DO EVANGELHO DE MATEUS

Pelo fato de haver nos tempos apostólicos quatro grupos representativos do povo (os judeus, os romanos, os gregos e a Igreja), cada evangelista escreveu para um destes grupos, adaptando-se ao caráter, às necessidades e aos ideais deles. Um evangelho só não teria sido suficiente para apresentar os vários aspectos da personalidade de Cristo. Cada evangelista focaliza-o de um ângulo diferente. Vale salientar que embora eles tenham escrito com um objetivo e público específico, eles se dirigem à toda humanidade, visto que os homens são os mesmos em todas as épocas. Os primeiros três evangelhos são chamados sinóticos, porque fornecem uma “sinopse” (vista geral) dos mesmos acontecimentos e têm um plano comum. Já o evangelho de João foi escrito em base inteiramente diferente dos outros três. O fato dos evangelistas terem escrito os seus relatos de diferentes pontos de vista explicará as diferenças entre eles. Os autores não procuraram produzir uma biografia completa de Cristo, levando em consideração as necessidades e o caráter do povo para o qual escreviam, escolheram os acontecimentos e discursos que destacasse exatamente sua mensagem especial. Mateus, por exemplo, escrevendo para o povo judeu, fez que tudo no seu evangelho (a seleção de discursos e acontecimentos, as omissões e adições, o agrupamento dos fatos) servisse para realçar a missão de Jesus. Começaremos os esboços dos Evangelhos a partir de Mateus, e perceberemos como cada evangelista ressalta um aspecto particular da personalidade de Cristo. Estes estudos são indispensáveis para os adolescentes, pois unicamente neles contêm a história de Jesus, seus ensinos e todo o plano de Deus para redenção da humanidade. Segue abaixo um esboço para seus estudos com eles, leia, estude, pesquise e responda. Você pode também destacar outros tópicos e curiosidades a respeito deste evangelho. Em alguns dias postaremos as respostas e você poderá conferir com as suas.

Bons estudos!

ESBOÇO

1. AUTOR:

2. DATA:

3. TEMA:

4. DESTINATÁRIO(S):

5. PALAVRA-CHAVE:

6. PROPÓSITO APARENTE:

7. CONTEÚDO:

8. PARTICULARIDADES:

8.1 QUAIS OS INCIDENTES E DISCURSOS ENCONTRADOS SOMENTE NESTE EVANGELHO?

8.2 CITE OS MILAGRES ENCONTRADOS SOMENTE NO LIVRO DE MATEUS:

8.3 QUAIS AS PARÁBOLAS ENCONTRADAS SOMENTE EM MATEUS?

9. ELABORE UMA “LINHA DO TEMPO” SOBRE A VIDA DE JESUS A PARTIR DOS CAPÍTULOS DO EVANGELHO DE MATEUS:

10. MATEUS AGRUPA SUAS ANOTAÇÕES EM TORNO DE QUANTOS SERMÕES? DESTAQUE-OS:


11. ALÉM DOS PONTOS ACIMA, VOCÊ DESTACARIA ALGUMA CARATERÍSTICA ESPECIAL DESTE EVANGELHO? QUAIS?

12. QUAIS FATOS E/OU ENSINAMENTOS DESTE EVANGELHO FORAM MAIS MARCANTES PRA VOCÊ? DESTAQUE O QUE APRENDEU E AS APLICAÇÕES QUE FARÁ EM SUA VIDA APÓS ESTE ESTUDO. 

Recursos relacionados:

"Bio de Mateus"

"Trilha dos Evangelhos"

http://ministerio-c-adolescentes.blogspot.com.br/
Consultas: Bíblias em várias versões: BEM – SBB; BEP – Revista e Corrigida (CPAD); BT - Contemporânea (VIDA); BEPL – Revista e Corrigida (SBB); BPC (CPAD). PEARLMAN, Myer. Através da Bíblia livro por livro (VIDA). 

quarta-feira, 8 de junho de 2016

“Quem disse que 'as regras de Deus' tiram a liberdade e impedem a felicidade”?!


Aquele que conhece a Deus deleita-se nos seus estatutos porque neles encontra a verdadeira liberdade e segurança (Salmo 119.45; 37.31). Todo pai estabelece "regras" para seus filhos, essas ordenanças visam protegê-lo e com seus conselhos de sabedoria dá-lhe entendimento para um viver sábio em retidão. Com Deus Pai não é diverso. Segundo Hebreus 12.8ss, "filhos ilegítimos" não têm disciplina e norte, porque não têm quem se importe, estão a mercê da sorte e lançados ao redil de seus pensamentos. Mas aqueles que servem a Deus são regidos por sua Palavra e guiados pelo seu Espírito (Romanos 8.14; João 14.24). Eles se dispõem a seguir os decretos do SENHOR até o fim de seus dias (Salmo 119.112). Quem não conhece a Deus (conforme a Bíblia Sagrada) e desconhece sua Palavra (porque lhe é loucura, 1 Coríntios 2.14) confunde-se achando que ela é aprisionadora e inibe o jovem, castrando a sua liberdade. É exatamente o oposto, a verdadeira liberdade não consiste em fazer o que se deseja, mas na capacidade de obedecer a Deus, exatamente: quem vive pecando é escravo do pecado (Romanos 6.18), logo como escravo não pode por si só obedecer a Deus, já quem é liberto do pecado não é mais dominado por ele, assim pode obedecer a Deus de coração à forma de ensino que lhes foi transmitida (Romanos 6.17). "As regras de Deus" protegem o jovem e não o impedem de viver alegremente a sua juventude (Eclesiastes 11.9), a diferença é que ele teme a Deus e isto é o princípio da mais pura sabedoria (Provérbios 9.10; 15.33), já os insensatos a desprezam (Provérbios 1.7) e recusam o temor do Senhor (Provérbios 1.29), seus caminhos lhes parecem ser perfeitos, mas seu fim é a morte (Provérbios 16.25; 14.12). A Palavra de Deus é lâmpada que ilumina os passos e luz que clareia o caminho (Salmo 119.105) logo, aquele que se deixa conduzir por ela não viverá em tropeços e ao guardá-la no coração, não viverá na prática contínua do pecado (Salmo 119.11), exatamente porque é nascido de Deus (1 João 3.9). Por fim, nisto consiste o amor a Deus: obedecer aos seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados. (1 João 5:3). Jesus disse, "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30). Conheça a verdade, e a verdade te libertará. (João 8:32). Disse-lhe Tomé: "Senhor, não sabemos para onde vais; como então podemos saber o caminho?" Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. (João 14:5,6).

Janaína Costa
ministerio.c.adolescentes@gmail.com

terça-feira, 7 de junho de 2016

"Notas Breves II"

Reflita antes de agir!

 A reflexão é uma excelente prática. Aprendi a cultivá -la na adolescência. Principalmente tomando como suporte as Escrituras. Acho que por isso me preocupo tanto que os adolescentes amem e saibam estudar a Bíblia e assim utilizá -la como base para tudo na vida! Quando um adolescente aprende a refletir ele passa a ter uma visão melhor do que lhe acontece e de como agir, mais precisamente no que precisa mudar e decidir, e passa a se conhecer melhor, não sendo apenas um reprodutor de condutas instintivas influenciado seja pelo que for, mas aprende a ser moderado, qualidade esta recomendada aos jovens pela Palavra de Deus: "Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados". Tito 2.6. O livro de Provérbios e de Salmos são dois exemplos de como a reflexão pode evitar até males por causa da prudência, extraindo lições preciosas para um viver sábio!


Cuidado com seus passos!

 Passos que não seguem seus próprios pensamentos e desejos, nem se baseiam pelas pegadas dos outros, mas são direcionados de acordo com a Palavra de Deus, certamente não tropeçarão: "Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho"! (Salmo 119.105). "Desviei os meus pés de todo caminho mau, para guardar a tua palavra". (Salmos 119:101). "Os meus olhos estão sempre voltados para o Senhor, pois só ele tira os meus pés da armadilha". (Salmos 25:15). "Refleti em meus caminhos e voltei os meus passos para os teus testemunhos".(Salmos 119:59).


"Deus cura nossas feridas interiores"!
 Sim, não há ferida interior que Deus não cure, mas também é preciso que se permita ser tratado e curado, pois em muitas vezes, o ferido se apega tanto à sua dor, que não consegue viver sem alimentar - se dela, a não ser que substitua por outra. Passa então a viver "ciclos de dores" intermináveis, exatamente porque não se permite abrir mão delas! Será necessário ajuda, mas também esforço próprio para reagir, procurar até mesmo tratamento especializado, se preciso, e acreditar que Deus é poderoso para mudar vestes de pranto em riso. Sim, é possível! ●"Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria". (Salmo 30:11). O SENHOR pode soltar toda e qualquer ataduras! (Salmo 116.16). ●"E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás". (Salmo 50:15). ● "Tu és o meu abrigo; tu me preservarás das angústias e me cercarás de canções de livramento". (Salmo 32:7). ● "Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei". (Salmo 91:15). ● "E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades". (Salmo 107:6). ● "Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas". (Salmo 147:3).

"Pré-adolescentes enamorados"!

Já vi e ouvi pré - adolescentes chorando e "de mal" com os pais porque queriam muito namorar. Alguns ficaram até sem comer aquela pizza deliciosa. Eita, era sério mesmo!? Sim, era sério para seu tempo e perspectiva pré-adolescente. Eram apenas garotos e garotas com seus breves, mas intensos pensamentos e sentimentos de 12, 13 anos. Pais amorosos e firmes que não cederam à pressão e chantagem emocional dos filhos, estiveram juntos, mas não "deram corda" nem foram indiferentes para com o desejo temporário deles. Hoje eles e elas agradecem aos seus pais pelo apoio, firmeza e zelo que tiveram. Nenhum ficou traumatizado ou frustrado. Eles aprenderam a lidar e discernir melhor seus sentimentos e desejos, e seguem suas vidas normalmente hoje. Se você pré - adolescente está nessa, acredite em seus pais, contenha - se, viva sua pré - adolescência sem antecipar etapas de sua vida e desenvolvimento. Dói sim, mas não morremos disso. As vezes até sorrimos muito depois, pode crer que sim. Seu tempo de namorar vai chegar!

"Cuidado com as carências"! 
 As vezes na adolescência pensamos que "tudo é amor", por pouco suspiramos e achamos que se não namorarmos aquela pessoa que parece ser a mais perfeita de todas, o nosso mundo acaba. Ouvir conselhos sábios e maduros (principalmente dos pais) pode livrar a adolescência de muitas dores e perdas de tempo. A carência tem muitas origens, desde uma lacuna de afeto e atenção dos pais, conflitos familiares, necessidade de autoafirmação ou até mesmo a falta de um bom chocolate. Então não vá pensando que o amor está em tudo e todos que fazem você se sentir bem, confiante e aceito. Assim como também não significa ser quando você tem taquicardia. O amor é bem mais que uma canção e uma poesia...Aprenda a discernir suas carências, sejam quais forem, e não se deixe guiar por elas!

 "Aos Pais"!
Passos importantes para instrução:
---》Observando/Percebendo os filhos (atenção)
---》 Buscando sabedoria em Deus (Palavra de Deus + Oração )
---》 Ensinando os filhos (Diálogo com amor/Tempo com eles).



"Fazer discípulos"!
Não são apenas os líderes que devem fazer discípulos, mas todos os crentes precisam interessar -se com dedicação para este imperativo de Jesus (Mateus 28.19,20). Imagina se cada crente se empenhasse para acompanhar e discipular uma pessoa levando - a a Cristo até que esta estivesse pronta a fazer o mesmo por outra? Muitas vezes vemos cursos e cursos sendo realizados nas igrejas e não observamos uma mudança na mentalidade e na atitude dos crentes com um avanço significativo no discipulado. Apenas uns poucos (ou os mesmos) mantém - se voluntariamente neste trabalho em suas igrejas (conheço muitos assim). Como se a incumbência fosse apenas para aquele que recebe "o cargo de discipulador" e não de toda igreja. Já ouvi pessoas dizendo que não têm "o dom para discipular", mas não se trata de um dom, mas de amor, compaixão, obediência e satisfação em partilhar com os outros as boas novas de salvação pela fé em Cristo Jesus, o perfeito Filho de Deus. O único Senhor e Salvador do mundo! (Atos 8.30-40; Romanos 10.14). Outro fator equivocado em relação ao discipulado é trará -lo apenas como algo pontual, esporádico ou mais um programa especial realizado pela igreja e não contínuo e sistemático.

 "Abra seus olhos, decida acordado"!


 Não vá basear sua vida e tomar decisões apenas a partir dos sonhos que tens enquanto dorme ou cochila (alguns até mesmo quando acordados). Os sonhos praticamente ocorrem em decorrência de desejos e medos sufocados, assim como das muitas preocupações e ocupações da vida. (Eclesiastes 5.3). Além disso, Deus nos deu sua Palavra e com ela temos discernimento para fazer escolhas, não precisa ficar pedindo a Deus um sonho para cada passo que você dará na vida! Seja um jovem sábio, moderado e coerente, utilize os princípios de Deus e guarde a Palavra dele em seu coração, ore e ouça conselhos prudentes.

"Quando os pais erram"! 
 Quando sua fé realmente está firmada em Cristo e você o conhece verdadeiramente, a decepção sofrida com a hipocrisia e/ou pecado de seus pais não altera a Palavra da verdade que lhe foi ensinada por eles. Os princípios de Deus não perdem sua validade se aquele que os ensina não os obedece. Nem os seus estatutos caducam devido à infidelidade humana. A Palavra de Deus continua sendo verdadeira e imutável e não depende de pessoas para isto. Deus é o mesmo e não sofre sombra de variação. Tanto a alma dos pais quanto a dos filhos pertencem a Deus individualmente, aquela que pecar, ela morrerá. E se os pais que pecaram se arrependerem e se converterem de seus maus caminhos, e mesmo assim os filhos praticarem iniquidade alegando os erros de seus pais para justificarem sua desobediência e revolta contra Deus, os filhos perecerão em razão de seus próprios pecados e não pelos erros pretéritos de seus pais. O fruto amargo é percebido na boca daquele que o sorve e não na de outrem. Seja qual for a dimensão da decepção e frustração sofrida, qualquer que sejam também as consequências advindas delas para a família, jamais culpe ou responsabilize a Deus pela escolha dos homens, nem pelas suas também. Cada um se lamente de suas próprias misérias, se arrependa e deixe seus maus caminhos, converta-se ao Senhor Deus, compassivo e cheio de misericórdia.

"Esforça-te, comunique-se corretamente"...
 Nem sempre o silêncio traz a real percepção para o outro. Além disso, as falsas impressões sempre geram ações equivocadas. O mal entendido traz para aquele que o detém, a doentia ruminação de pensamentos e com ele sentimentos sofríveis pelas palavras não ditas e por aquelas não ouvidas. Tudo isso distancia, empobrece, adoece e sepulta relações, também intoxicam o indivíduo que sofre por alguma dessas situações. O remédio e a prevenção para tudo isso está na comunicação franca, sadia e honesta. Para que esta ocorra e surta efeito, o orgulho e o egoísmo devem ser renunciados, abrindo mão de "direitos", dando lugar e primazia unicamente ao verdadeiro amor. Caso contrário, serão colecionados apenas "cemitérios relacionais".

Versículos da semana: Salmo 17.5; Salmo 37.23

Dirige os meus passos nos teus caminhos, para que as minhas pegadas não vacilem. Salmo 17.5.
Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e deleita-se no seu caminho.Salmo 37.23.

Mais um dia dos namorados sozinho(a)...


Dia dos namorados chegando e já "preparando o espírito" da "turma do sem". Principalmente aqueles que investiram muito, mas sem "gol porque bateu na trave ou a bola furou"! Alguns me enviam mensagens pedindo um "help" e já sofrem por antecipação com uma "verdadeira síndrome do pânico" de tantos corações e músicas sofrência nas ruas. Não façam como uma certa propaganda que as pessoas saem distribuindo presentes "pra pescar um namoro na hora" com muita agarração sem ao menos conhecer a criatura. Calma, não é a vida real, mas só um comercial, não precisa também boicotar, claro! Bom, não tem uma receita para isso. É encarar a realidade, se der vontade de chorar fica a vontade, se quiser desligar o celular pra não ver as postagens dos amigos ou passar o dia dormindo, então tudo bem. Mas o melhor é levar numa boa. Sim, você pode pedir a Deus graça e torcer para o dia 12 passar logo. Depois tudo volta a seguir normalmente e você sobreviverá para seguir sua vida aprendendo a lidar com suas dores e frustrações. Faz parte! Ah, bate mesmo uma solidão, mas aprenda a viver sua vida sem ser regido pelo calendário comercial. O bom de amar e ser amado do modo e no tempo como Deus nos ensina é o de dar e receber carinho independentemente de datas marcadas. Podemos assim como Paulo aprender a contentar - se sabendo viver em toda e qualquer situação porque tudo ele superava nAquele que o fortalecia. É Jesus que também pode e quer fortalecer você para aprender a "tirar de letra" toda e qualquer circunstância. Brincadeiras à parte, levo a sério e compreendo seu dilema. Estamos juntos, se precisar. Veja na carta de Paulo aos Filipenses 4.6,7 : "Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus". Deus pode te dar uma mega paz que guardará sua mente relax e suas emoções equilibradas. Acredita? Então apresente suas ansiedades todas a Ele e confie. 

Abraços. Janaína Costa.

Se no meu coração guardo a tua Palavra...



Se no meu coração guardo a tua Palavra: como meus pés caminham para longe de ti?  como meus lábios difamam o próximo?  Como meus olhos buscam a escuridão?

Se no meu coração guardo a tua Palavra: como ele escolhe o desejo que te ofende? e me rebelo tão prepotente, enganando - me dizendo que o amo, mas sem abrir mão de mim?

Se no meu coração guardo a tua Palavra: como é tão fácil esquecer - me de teus favores e me vangloriar na minha vaidade achando que tudo deriva de mim?

Se no meu coração guardo a tua Palavra: por que duvido de Ti? e perco tão fácil a confiança a ponto de procurar meu próprio modo de agir?

Se no meu coração guardo a tua Palavra: como negligencio a sua leitura e prática? como sou indiferente à tua casa e não tenho compromisso com teu Reino?

Se no meu coração guardo a tua Palavra: como prevalece unicamente o meu Eu? E sou regido pelos meus próprios pensamentos e vontades?

Deve ser porque conhecendo a ti como Deus, mas não o reconheci como meu Deus e SENHOR, e não o glorifiquei como Deus, nem lhe dei graças, antes em meus discursos me desvaneci, e o meu coração insensato se obscureceu, envolvido em minha incredulidade!

Bem sei que indesculpável sou. Quem me livrará do poder da Morte, como escaparei negligenciando tão grande salvação? Miserável que sou! Converte - me, Senhor, e serei convertido, e renova meus dias como dantes, dá-me um coração puro e um espírito reto. Concede-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário. Para que a partir de agora eu leve a tua mensagem aos pecadores e eles também se convertam a Ti, principalmente aqueles com quem na vereda eu andava, no seu caminho eu me detinha e em suas rodas eu me assentava, juntamente com eles, mesmo em silêncio, em desobediência eu escarnecia (Lamentações 5.21; Romanos 1.21; 7.24; Hebreus 2.3; Salmo 51; Salmo 1).

Você verdadeiramente guarda a Palavra de Deus em seu coração?  Mesmo?! Se, honestamente, não, volte - se rapidamente para Deus, arrependa - se de verdade e converta-se ao Senhor que é rico em misericórdia e perdão. Ele é poderoso e amoroso para libertar,  restaurar e salvar (1 João 1.9; Salmo 86.5; Efésios 2.4; Isaías 55.6).   Busque agora ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Apressa-te pela tua alma!