sexta-feira, 12 de setembro de 2014

“Método Oração na Mão” – Cinco Aspectos Essenciais da Oração

“Método Oração na Mão” –
Cinco Aspectos Essenciais da Oração

Reunia-me com um grupo de adolescentes todos os sábados para nossas tardes de estudo bíblico, tínhamos nosso momento para a oração e percebia que havia muita dificuldade dos adolescentes orarem. E quando oravam, era por um curtíssimo período de tempo e ainda meio dispersos. Então me preocupei e tivemos vários estudos sobre a importância da oração. Em um desses dias, após refletirmos sobre o que a Bíblia ensina a respeito da oração e sua importância na vida do cristão, mesmo assim eles continuavam com dificuldade na hora de orar. Foi então que comecei a utilizar várias estratégias práticas para exercitarmos a oração durante nossas reuniões e para eles praticarem em casa. Lembro-me do dia que utilizamos esse método da “Oração na Mão”, foi muito gostoso esse tempo com eles, e como foi maravilhoso vê-los orando com mais facilidade e desenvoltura.

Vou contar-lhes como fiz: Fiz um desenho de mão bem grande e pus nela os cinco aspectos em cada um de seus dedos, correspondendo uma sequência, como etapas na oração e neles os versículos relacionados. À medida que íamos lendo as referências bíblicas e explicando cada aspecto, praticávamos em oração, por exemplo: quando lemos os versículos relativos à confissão, expliquei para eles o que é confissão, lemos os versículos relacionados, citamos exemplos, após explicitarmos o aspecto, então tiramos um pequeno momento para cada um, em particular, fazer suas confissões a Deus, depois fizemos a mesma coisa com o aspecto seguinte, o da petição e assim até concluirmos todos os aspectos. No final, havíamos orado seguindo os cinco aspectos e sem perceber o tempo, os adolescentes haviam orado mais por quase uma hora! Eles gostaram muito. Você pode utilizar esse método para ensiná-los a orar e fazer cópias do desenho do método para eles levarem para casa, até conseguirem memorizar e fazer naturalmente durante seus períodos de oração.

Muitos crentes acham que a oração, especialmente passar longos períodos de tempo em oração, pode ser uma das partes mais difíceis de disciplina espiritual. O método “Oração na Mão” é uma maneira fácil de lembrar os cinco aspectos essenciais da oração: Confissão, Petição, Intercessão, Ação de Graças (Agradecimento) e Louvor. Ore seguindo cada um desses cinco propósitos, utilizando o método para percorrer cada um. Lembre-se que a oração, em última análise, alinha nossos corações com Deus, e assim como o quinto aspecto explica abaixo (ilustrado pelo polegar), louvar a Deus deve permear todas as partes de nossa oração. 

O método é bem simples:
- Cada dedo representa um aspecto da oração
- Para cada aspecto memorize versículos para utilizar na oração (aprender orar utilizando a Palavra de Deus)
- De preferência siga a sequência dos dedos correspondendo aos aspectos (apenas para nortear e não ficar disperso)
- Esses versículos aqui mencionados são apenas algumas referências relacionadas a cada aspecto, quando memorizá-los e utilizá-los na oração, você pode pesquisar por mais versículos relacionados para utilizá-los também, quanto mais memorizar, melhor. É muito bom e apropriado orarmos utilizando a própria Palavra de Deus com suas promessas.

Observe a ilustração abaixo:

Veja cada aspecto:

1) O dedo mindinho representa confissão - Concordamos com Deus sobre nosso pecado, isso é reconhecer nossas fragilidades, fraquezas e dependência de Deus para amá-lo, servi-lo e obedecê-lo. (Memorize versículos relacionados para utilizar na oração.) Referência Bíblica: 1 João 1:9 - ". Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" 
(Outros versículos relacionados: Provérbios 28:13;Atos 3:19)

2) O dedo anelar representa petição – Pedir para Deus que supra nossas necessidades e comunicarmos a Ele as particularidades de nosso coração, nossos anseios, sempre se dispondo a fazer a sua vontade. Referência Bíblica: Filipenses 4:19 - "O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

(Outros versículos relacionados: Filipenses 4:6,7; Lucas 12:29-31)
3) O dedo médio representa intercessão – Agora vamos orar pelos outros, para que Deus supra suas necessidades, orarmos por nossa família, pelos amigos, pela igreja, pela nação, pela salvação daqueles que não conhecem a Jesus etc. Referência Bíblica: Efésios 6:18 -19 – “Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, E por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho,

(Outros versículos relacionados: Efésios 1:16; João 17:9)
4) O dedo indicador representa  ações de graças (agradecimento) - Agradeça a Deus pelo que Ele tem feito em/por você e através de você. Agradeça pelas respostas das orações na vida das pessoas ao seu redor e por sua obra em todo o país e no mundo. Agradeça pelos seus pedidos e necessidades apresentados, seja grato por tudo diante de Deus. Referência Bíblica: Efésios 5:20 - "... dando sempre graças a Deus Pai por tudo, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. " 
(Outros versículos relacionados: 1 Tessalonicenses 5:18)

5) O polegar representa louvor – Que nosso prazer seja louvá-lo e adorá-lo, isso pode ser feito também juntamente com todos os outros aspectos, exalte a Deus reconhecendo sua soberania e majestade, louve pelo que Ele é e representa para sua vida, como seu Deus, Senhor e Salvador! Referência Bíblica: Salmo 146:1-2 - "Louvado seja o Senhor. Louvado seja o Senhor, a minha alma. Louvarei ao Senhor toda a minha vida;  Cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu viver ".

Quanto mais os adolescentes praticarem esses aspectos quando orar, mais facilitará para que aos poucos eles mesmos tenham suas próprias maneiras e seu tempo seja mais bem aproveitado na oração, não ficando dispersos, pois esse método norteia, ele não mecaniza, pois o que se grava são apenas os aspectos em sua sequência, que não é taxativa, ele pode seguir outra ordem, isso apenas direcionará para suas palavras relacionadas aos aspectos da oração. Não haverá palavras decoradas, isso é apenas um direcionamento sobre como orar. Eles não são taxativos, com o tempo eles vão amadurecendo e passando mais tempo na oração e se aprimorando, principalmente se combinarem com a leitura e estudo da Palavra de Deus em seu período devocional diário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário