sábado, 13 de setembro de 2014

Alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade!

Alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade! Filipenses 1:15-18


Aqueles que conhecem a Cristo e já não vivem mais segundo o velho homem têm suas motivações saudáveis e não nutrem sentimentos facciosos. Pastores, Líderes, Professores etc são pessoas que desenvolvem ministérios e são uma referência para os outros. É inconcebível que haja entre os irmãos, principalmente entre as lideranças, perseguições, ciúmes, e até injúrias porque veem no outro uma ameaça ao seu ministério e o povo não deve se afeiçoar a eles. Não é de hoje que há esse tipo de situações na igreja, Paulo já enfrentava fatos semelhantes quando escreveu aos Filipenses, por volta de 60-64 d.C.  “É verdade que alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. Estes o fazem por amor, sabendo que aqui me encontro para a defesa do evangelho. Aqueles pregam a Cristo por ambição egoísta, sem sinceridade, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso. Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrar-me,” Filipenses 1:15-18.  

Paulo era convicto de sua chamada e ministério (Atos 20:24),  as oposições não mudavam sua postura e missão, mesmo diante de todo sofrimento que passava, pois via neles uma oportunidade e propósitos divinos - Deus está acima de toda adversidade (Filipenses 1:12) ; seu conselho para a Igreja era que os irmãos nutrissem e seguissem o mesmo sentimento de Cristo Jesus – O EXEMPLO DE SERVO. Que foi humilde e obediente até o fim (Veja Filipenses 2:5-11). Por mais que Paulo se entristecesse em ver pessoas com sentimentos e ações tão contraditórias à fé, ele sabia que aquele que julgará todas as coisas é o que recompensará cada um segundo às suas obras (1 Coríntios 3:13). Nosso objetivo é comum, aqueles que buscam em primeiro lugar o Reino de Deus não lutam entre si, não competem pelo amor e atenção dos outros, não se ofendem com os dons e talentos de outros porque se sentem ameaçados! O que completaria a alegria de Paulo era que a igreja tivesse o mesmo pensar, mesmo amor e mesmo ânimo, para aquilo que era o objetivo comum da igreja: Jesus Cristo! Tudo é Cristo, por Cristo, em Cristo e para Cristo. Importa que Ele cresça e que nós diminuamos. Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Filipenses 2:1-4.

Alguns ao perceberem as necessidades e fragilidades dos outros, veem uma oportunidade de servir para ajudar a crescer, mas nem todos têm essa motivação, e usam a oportunidade para destruir e assim se sobressair como os melhores, únicos e mais especiais e capacitados que os demais.

Se você, líder, está passando por uma situação extrema de oposição e perseguição em sua igreja e ministério, ore ao Senhor Deus para que você tenha a visão correta da situação e sabedoria para lidar com a adversidade, não acentue a discórdia, nem a contenda, procure seguir o exemplo de Cristo e, assim como Paulo, mantenha-se prosseguindo para o alvo e correndo a corrida. Não desista! Observe a maneira como Paulo lidou com as situações extremas de oposição que passou no seu ministério, até mesmo quando questionaram sobre sua capacidade e apostolado (Veja em Gálatas). Muitos, de vários Estados de nosso país, têm compartilhado situações extremas que estão vivenciando em seus ministérios, estou orando por vocês e peço aos irmãos que orem também, clamemos pela igreja, clamemos por pastores e líderes dados por Deus, com motivações saudáveis e que sejam servos, comprometidos com o Reino de Cristo e não com seu próprio Ego!

Deus abençoe sua vida e ministério!
Abraço,
Janaína Costa
ministerio.c.adolescentes@gmail.com 




Nenhum comentário:

Postar um comentário