terça-feira, 19 de novembro de 2013

ENSINANDO SEUS FILHOS A ORAR

ENSINANDO SEUS FILHOS A ORAR

Ensinar os filhos a orar é um dos mais importantes legados espirituais que um pai ou uma mãe cristã podem deixar aos seus filhos. Com a instrução e o exemplo dos pais as crianças e os adolescentes podem aprender que Deus quer comunicar-se com eles, que o Senhor atende suas orações e que há poder na oração. Desde a tenra idade ensiná-los a orar alimentará a vida espiritual de seus filhos e lhes ajudarão a formar uma sólida relação com Cristo.

Nunca é cedo demais para ensinar as crianças a orar. Nunca é tarde demais ensinar seus filhos adolescentes a orar.  Mesmo antes de a criança poder falar, ter tempo para abraçá-los, abençoá-los e orar por eles é importante. Se doentes não hesite em impor as mãos e orar pela saúde de seus filhos (Tiago 5:14-15) . Quando seus filhos são pequenos, oriente-os com frases simples que eles podem repetir. Seja claro, objetivo e compreensível, assim levará as crianças à oração estimulando-os a praticar esse hábito. Se possível, dedique um tempo para investigar e orar pelos pedidos de seus filhos. Orar por seus pedidos juntamente com eles, incentivá-los-á a expressar seus desejos a Deus através da oração. Lembre-se de Provérbios 22:06 : "Ensina a criança no caminho e quando ele for velho, não se desviará dele . "


Use a Bíblia para ensinar a seus filhos que Deus quer um relacionamento pessoal com eles. Leia com eles Marcos 10:13-16, onde Jesus teve tempo de abraçar, abençoar e orar pelas crianças. Diga aos seus filhos sobre como Deus se comunicava com Samuel quando ele era ainda uma criança ou como Josias tornou-se rei quando ele tinha apenas oito anos (1 Samuel 3 e 2 Reis 22:1). Seus filhos, através da Bíblia, devem saber que a idade não é um impedimento para Deus usá-los ou comunicar-se com eles. Explique que a oração é uma forma pessoal de se conectar com um Deus que os ama, escuta, entende e atende.

Esse mesmo Deus que cuida e ama a criança e o adolescente também tem o poder de responder às orações. Aumente a fé de seus filhos lendo as histórias da Bíblia que testemunham o poder da oração e da fé. Partilhe com os seus filhos testemunhos como o de Ana que orou por um filho e Deus lhe concedeu, fale sobre o filho da viúva de Suném que levantou quando Eliseu orou ou quando cinco mil pessoas foram alimentadas quando Jesus orou para multiplicar os dois peixes e cinco pães (1 Samuel 1, 2 Reis 4:8-20, João 6:1-15 ). Combine as histórias da Bíblia com testemunhos pessoais que Deus lhe atendeu respondendo às orações. Os testemunhos de orações respondidas ajudam seus filhos a crescer na fé e a motivá-los a apresentar suas necessidades ao Senhor com confiança em oração.

Se você deseja que seus filhos sejam pessoas que oram, seja você um exemplo de alguém que pratica a oração. Lembre-se de orar porque amamos a Deus e há um desejo genuíno de cultivar um relacionamento íntimo com Jesus.
É importante ressaltar que não oramos apenas para pedir algo a Deus, mas pelo desejo íntimo que temos de nos relacionar com Ele, assim na oração, além das nossas petições pessoais, temos a confissão, a adoração, ações de graças, intercessões pelos outros etc.



Se você tem filhos adolescentes não é impossível ensiná-los o hábito de orar, procure ser mais presente na vida de seus filhos, é preciso tempo para um relacionamento, isso é importante também para com Deus. Crie o hábito de orar junto com seus filhos antes de saírem de casa, antes das refeições, ao chegarem de uma viagem agradecendo a Deus... Faça calendários de oração para compartilharem juntos os pedidos comuns e pessoais, ponha em um local visível para que vejam e se lembrem de orar todos os dias, juntos apresentem a Deus seus objetivos de oração, veja um modelo abaixo que você pode imprimir e colar em sua geladeira ou armário para se lembrarem de orar diariamente. Procure compartilhar com seu filho sobre o dia na escola, as lutas e vitórias do dia a dia, os desafios e assim ao final da conversa convide seus filhos a apresentarem a Deus suas dificuldades e também expressar gratidão.

Esforça-te, não desista, se não conseguir convencer seu filho adolescente a orar nas primeiras tentativas, seja criativo, ore a Deus por seus filhos para que o Espírito Santo lhe ajude nesta tarefa de ajudar e ensinar seus filhos a orar. Seja paciente e perseverante, não force, mas com amizade e carinho, aos poucos, vá convencendo e usando estratégias para estimulá-los ao hábito da oração, e como já foi dito anteriormente, seja você, pai e mãe, um exemplo, se seus filhos não viam vocês orando, comece a praticar e demonstrar a seus filhos como é bom e importante falarmos diariamente com Deus.

Texto traduzido e adaptado aos adolescentes do texto de Camilo Garcia da Radio Cristiana


Sugestões para estimular e ensinar seus filhos adolescentes a orar:
- Nos diálogos converse mais sobre oração;
- Procure saber se seus filhos sabem orar ou sentem dificuldades, se não conseguir fazer isso sozinho peça a ajuda de um líder de adolescente ou professor da classe bíblica de seu filho;
- Mantenha o hábito de sempre orar para sair de casa e sempre que chegarem de viagens, dos passeios, antes das refeições (até mesmo fora de casa) etc. Orarem quando houver enfermidades, problemas, desafios e também nas festividades, comemorações. Em nossa casa, nos aniversários, sempre antes de cantar os parabéns, fazemos uma oração de gratidão a Deus, mesmo diante de convidados não crentes, isso servirá como testemunho...
- Reflita sobre a possibilidade de fazer o culto doméstico em sua casa, uma prática importantíssima!
- Crie estratégias, métodos variados, para orar junto com seu filho, como calendários coletivos ou pessoais de oração, bilhetes diários para Deus, caixinha de pedidos para abri-la no final do ano, devocionais etc; Veja algumas sugestões aqui: CADEDI 1, CADEDI 2, Calendário semanal, devocionais 1 e 2 etc.
- Compre livros de linguagem acessível e bíblicos que falem sobre oração e estimule seus filhos a lerem (antes de presentear seu filho com um livro leia-o antes ou tenha referências confiáveis);
- Sempre que forem orar compartilhem de fatos bíblicos que tratam da oração e como é eficaz;
- Converse com seus filhos sobre as respostas às orações, nem sempre recebemos um sim, explique porque compreender a vontade de Deus é importante, é preciso saber que nossos pedidos também devem ter motivações corretas e que devem estar de acordo com a vontade de Deus, não devemos pedir por coisas ou permissividades que são contrárias à Bíblia, explique com carinho e paciência sobre isso, principalmente para os adolescentes...
- Seja paciente, amoroso, perseverante e não desista de ensinar e estimular seus filhos a orar.

Veja um modelo de calendário de oração familiar abaixo:




Um comentário: