quarta-feira, 21 de agosto de 2013

50 ideias para potencializar a relação com os adolescentes de seu grupo.

50 ideias para potencializar a relação com os adolescentes de seu grupo.


É importante ressaltar que as relações e as pessoas são mais importantes que os programas e os eventos, muitos líderes priorizam as atividades e se esquecem de que o mais importante é o relacionar-se. Devemos focar em passar mais tempo com os adolescentes e através desse tempo juntos aproveitar para ensinar sobre Cristo e o propósito para cada uma de suas vidas. Aqui seguem 50 dicas para reforçar o relacionamento com os adolescentes.

1. Conheça seus interesses e gostos para que possa ter diálogos relevantes com eles.
2. Fique atendo às datas importantes para que possa estar presente, e quando não, ao menos enviar um cartão ou ligar: aniversários, graduações, natal, final de ano etc.
3. Celebre e assista aos acontecimentos marcantes para eles, como: passar de ano, entrar na faculdade, prêmios recebidos, apresentações musicais ou artísticas em que eles tenham participação etc.
4. Acompanhe nos momentos difíceis e tristes: suas lutas, conflitos, falecimento na família, divórcio dos pais, reprovação na escola, fim do namoro ou quando não for correspondido etc.
5. Não apenas transmita conhecimento, ensine-os a pensar, faça com que sejam participativos nos estudos ministrados.
6. Não apenas lhes dê as respostas, as perguntas também são importantes, não fale sozinho o tempo todo, dê oportunidade para que eles se expressem também.
7. Faça com que sua vida, carreira, ministério, namoro, noivado e casamento, paternidade liderança seja um modelo para eles.
8. Seja um líder disponível e acessível.
9. Seja um líder confiável. Transmita a segurança de que se eles lhe contarem um segredo, você jamais contará, a não ser que eles estejam em perigo.
10. Não seja um adolescente só porque trabalha com eles. Seja um líder maduro. Que eles queiram ser como você e não você como eles.
11. Procure saber quem é referência para eles, como ídolos, líderes, professores etc.
12. Conheça sua realidade familiar e saiba qual sua vizinhança, isso o ajudará a conhecê-los melhor.
13. NUNCA constranja em público. Escolha brincadeiras que não ofendam. Nunca brinque com problemas físicos (boca e nariz grande, gigante, anão etc.) Mesmo que eles não se importem.
14. Sempre tente se colocar no lugar do adolescente (empatia) para entender a sua realidade.
15. Não se pareça com um líder ideal ou super-herói. Seja transparente com suas necessidades e lutas, seja um líder real.
16. Nenhum líder é obrigado a saber de tudo, estamos sempre aprendendo e nos aperfeiçoando. Busque ajuda sempre que precisar, compartilhe e aprenda com outros líderes.
17. Não trabalhe sozinho, envolva os adolescentes de modo mais ativo no Corpo de Cristo, estimule-os com tarefas, metas, desafios, divida com eles as atividades do trabalho.
18. Elogie e parabenize por suas conquistas e progressos, por menor que seja.
19. Desafie-os com metas atingíveis e mensuráveis. Comemore quando alcançarem.
20. Quando perceber que algum adolescente não está bem, não espere que ele venha conversar, procure se aproximar e se houver oportunidade, aproveite para ajuda-lo ouvindo e orando junto com ele.
21. Se precisar corrigi-los, faça com sabedoria e amizade e, sempre em privado, nunca em público. É bom sempre utilizar a Bíblia para isso, fazendo-o refletir sobre sua atitude e consequências...
22. Quando reconhecer suas boas atitudes que seja preciso agradecer e elogiar, pode fazê-lo em público, mas sem excessos.
23. Não leve o planejamento todo pronto e imponha que façam e participem, mas faça junto com eles.
24. Não os abandone. Tenha uma relação duradoura e estável.
25. Não pergunte e nem imponha coisas que nem mesmo você faz. Não seja hipócrita!
26. Pense bem antes de prometer-lhes algo, faça certo de que é possível cumprir o combinado.
25. Não espere para ter tudo deles no primeiro encontro e tentativa. Conquiste a confiança deles. Isso levará tempo.
26. Não fique frustrado se você não ver resultados tão rapidamente como você queria. Geralmente os frutos de um ministério de adolescentes são vistos na fase adulta...
27. Não tente ocupar um lugar que não é seu. Você é o líder, não um pai, nem mãe ou irmão.
28. Esteja ciente de suas necessidades físicas.
29. Perceba as suas necessidades emocionais.
30. Conheça sobre o seu intelecto.
31. Esteja atento às suas necessidades espirituais.
32. Esteja ciente de suas necessidades sociais.
33. Mostre-lhes o cristianismo prático, interessante, desafiador e atraente.
34. Experimentem a Deus juntos.
35. Trabalhe sua independência e não que dependam de ti por toda a vida.
36. Envolva-os mais. Não espere que eles sejam perfeitos. Você não é. Eles podem fazer aprendendo...
37. Ore por eles. Ore por eles. Ore por eles.
38. Ame-os, ame-os e ame-os, mesmo quando tomam decisões ruins.
39. Seja paciente, comece e ensine de novo quantas vezes for necessário.
40. Acredite que seus estudos ministrados serão mais eficientes se você atentar para todas as dicas anteriores, valorizando mais seu relacionamento com eles.
41. Sempre que encerrar um evento, ou a programação anual, reúna todos para uma avaliação das atividades e da participação deles. Que cada um sinta-se parte e não só participante.
42. Procure, sempre que possível, visitar seus lares, conhecer os pais e familiares.  
43. Promova atividades também fora da igreja, onde vocês possam passar um bom tempo juntos em atividades diversas. Como retiros, acampamentos, Happy Hour etc.
44. Esteja conectado também nas redes sociais onde eles se integram, tenha seus e-mails, telefones e interaja com eles.
45. Nunca leve para o lado pessoal uma ação ou reação deles que você achar indesejada.
46. Ore sempre para que o Espírito Santo lhe oriente na preparação e ministração dos estudos. Busque a Deus para que Ele use você para falar à vida deles e impactá-los. Isso nos aproxima muito deles, mais do que você imagina!
47. Compartilhe com eles das coisas e informações que você adquire e tem, como por exemplo: emprestar livros e depois conversar para discutirem sobre a leitura, artigos de interesse deles e atualidades.
48. Compartilhem objetivos em oração. Ore mais junto com eles.
49. Faça mas atividades em grupo de discussão, debates e afins. Assim você conhecerá melhor a eles.
50. Faça tudo com amor. Seja paciente e cheio do Espírito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário