quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Pais, lutem hoje...




Pais, lutem hoje...

Uma das coisas que mais contribuiu para eu ter permanecido servindo a Deus na minha adolescência e colher bons frutos firme em Jesus na fase adulta foi o fato de mainha sempre valorizar a Igreja, eu poderia fazer cursos, ter aulas, passear, dormir, ver TV, brincar, tudo de proveitoso que um(a) adolescente faz, mas quando era hora de ir para igreja, ah, nem adiantava "contar Estória¹"! Oh, como vejo diferente hoje, como vejo e ouço e presencio pais e mães que até contribuem para que seus filhos Pré-&-Adolescentes tenham outras prioridades em detrimento da vida espiritual, o pior é quando eles acordam, não dá para voltar o tempo... LUTE HOJE, ESTIMULE AGORA, NÃO APENAS ENVIE, VÁ COM ELES, JAMAIS FALE MAL DE IRMÃOS, LÍDERES E PASTORES NEM MESMO SEM A PRESENÇA DELES, PERCEBA SEUS FILHOS E FILHAS, FAÇA COMO JÓ QUE OS CHAMAVA E OS SANTIFICAVA, QUE SE PREOCUPAVA COM A VIDA ESPIRITUAL DOS(AS) FILHOS(AS) CONTINUAMENTE! (Jó 1:5)

¹ Estória - invenção, narrativa de ficção...

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

FÉrias com FÉ! Atividades para as férias


13 ATIVIDADES COM OS ADOLESCENTES - JANEIRO DE 2013

Tema: rias com FÉ
Por Pr. Wanderley Rangel Filho

1ª. VIGÍLIA DA COMUNHÃO
Das 22 as 06 horas: Contendo louvor, adoração, estudos sobre a Comunhão com Deus e uns com os Outros. Período de oração em grupos, compartilhar, confissão, gratidão e intercessão. Intervalos com lanche. Momentos de teatro abordando o assunto comunhão.

2ª. “INVASÃO”
Visita (Invasão) Surpresa levando seu grupo de adolescentes na casa de um adolescente (a mãe deverá saber com antecedência). Pode ter algum motivo específico ou não, como aniversário, enfermo, meio afastado/desanimado. Lá se faz uma reunião com louvor e mensagem.

3ª. QUEM SOU EU?
Cada adolescente escolherá em secreto, com uma semana de antecedência, um personagem da Bíblia (o líder deverá saber para não haver escolhas do mesmo personagem). Numa reunião na Igreja cada um falará do seu personagem por partes (Eu sou... Eu tenho... Eu fiz...) e quem primeiro descobrir ganha prêmio!

4ª. NAÇÃO COM NOÇÃO
Cada adolescente ou dupla (avisados antecipadamente) virão vestidos adequadamente com roupas representando um país e falarão aos demais sobre este país. Após os adolescentes orarão em favor dos pais. (pesquisarem sobre a pregação do evangelho nas nações)

5ª. VISITA SOLIDÁRIA
Combinar com os adolescentes visitarem algum idoso (a) da Igreja ou do bairro que more sozinho, levando algum presente.

6ª FILHOS HOMENAGEANDO OS PAIS
Combinar com os adolescentes para cada um num domingo específico, prepararem o café da manhã, nas suas casas, e servirem seus pais (surpresa). Depois todos irão para a Igreja e lá os adolescentes apresentarão um louvor e orarão pelos seus pais.

7ª PASSEIO DA COMUNHÃO
Levá-los a um parque, shopping, jardim, sorveteria... O importante é durante o passeio cada um observar seu parceiro de caminhada (o líder sorteará duplas antes do passeio) para depois cada um revelar uma característica ou mais que descobriu do outro durante o passeio.

8ª AMIGO SECRETO DE FÉRIAS
No início de janeiro sortear amigos secretos para oração e revelar no final do mês numa reunião onde o presente será um chocolate!

9ª NOITE DOS TALENTOS
Na Igreja os adolescentes apresentarão algum talento, habilidade... Pode ser em duplas, trios, ... Não apenas musical, mas qualquer habilidade como poesia, contar história, desenhar, malabares etc.

10ª GINCANA MUSICAL
Dividir os adolescentes em dois grupos (meninos X meninas). O líder apresenta uma PALAVRA e o grupo de começar a cantar primeiro um cântico/hino que contenha a PALAVRA ganha ponto.

11ª PLANEJANDO 2013
Uma reunião junto com os adolescentes para organizarem o que farão em 2013, como acampamento, passeio, pavão, temas, estudos etc.

12ª HONRANDO AOS ANCIÃOS
Convidar um ou mais idosos para testemunharem sobre suas infâncias, adolescências, conversão, casamento, dificuldades etc. Os adolescentes precisam ouvir estes irmãos já bem vividos.

13ª NOITE DOS ANOS 60, 2060!
Cada adolescente irá como se imagina estar ao chegar em 2060! Após um estudo sobre o “A importância do semear e o colher!” ao final poderá servir uma sopa com pão ou outro lanche! (“aos velhinhos”).

Por Wanderley Rangel Filho                                           
Extraído com autorização do autor. Acesso em novembro de 2012.
Texto original aqui

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

"CADEDI Semanal!"

                             "CADEDI Semanal!"


É sempre bom criarmos mais e mais recursos para estimular os adolescentes à vida devocional: Ler a Bíblia e Orar todos os dias é como alimentar-se, o contato com a Palavra, seu estudo e reflexão, a aplicação e a busca a Deus através da oração são imprescindíveis na vida do crente em Jesus. 

Já postamos o "CADEDI" onde você pode estimular os adolescentes à leitura de vários trechos ou livros da Bíblia e também com os diversos objetivos de oração, veja aqui  . Ele pode ser utilizado para todo o mês.

Mas você pode querer fazer semanal para que eles leiam os textos bíblicos das lições que você verá com eles no final de semana, nas classes de EBD, clubes bíblicos, pequenos grupos etc.

Segue abaixo as instruções de uso:


Se você não conseguir fazer o seu ou imprimir a ilustração do blog, pode solicitar gratuitamente pelo e-mail . 





Você pode SER e FAZER para Deus!




João 15

"Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor.
Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.

Vocês já estão limpos, pela palavra que lhes tenho falado.

Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim.

"Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.

Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados.

Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido.

Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos.

"Como o Pai me amou, assim eu os amei; permaneçam no meu amor.

Se vocês obedecerem aos meus mandamentos, permanecerão no meu amor, assim como tenho obedecido aos mandamentos de meu Pai e em seu amor permaneço.

Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa.

O meu mandamento é este: amem-se uns aos outros como eu os amei.

Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.

Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno.

Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido.

Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome.

Este é o meu mandamento: amem-se uns aos outros".

"Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes odiou a mim.
Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia.

Lembrem-se das palavras que eu lhes disse: nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês.

Tratarão assim vocês por causa do meu nome, pois não conhecem aquele que me enviou.

Se eu não tivesse vindo e lhes falado, não seriam culpados de pecado. Agora, contudo, eles não têm desculpa para o seu pecado.

Aquele que me odeia, também odeia o meu Pai.

Se eu não tivesse realizado no meio deles obras que ninguém mais fez, eles não seriam culpados de pecado. Mas agora eles as viram e odiaram a mim e a meu Pai.

Mas isto aconteceu para se cumprir o que está escrito na Lei deles: Odiaram-me sem razão.

"Quando vier o Conselheiro, que eu enviarei a vocês da parte do Pai, o Espírito da verdade que provém do Pai, ele testemunhará a meu respeito.

E vocês também testemunharão, pois estão comigo desde o princípio". 

João 15:1-27

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

“Você não é um acidente!”




“Você não é um acidente!”

Hoje senti muita vontade de compartilhar algo com você, é uma das experiências maravilhosas que Deus tem permitido eu viver nesse ministério. Quem sabe esse desejo que estou tendo agora em compartilhar seja por sua causa! É, isso mesmo, você! Veremos então do que se trata. Esse fato aconteceu realmente, faz alguns anos, mas nunca esqueci essa experiência.

(Está um pouco extenso, mas leia ok? rs)

Um dia estava preparando-me para ministrar a Palavra de Deus aos adolescentes de uma igreja. Era para Escola Bíblica Dominical. Os temas das lições fazem parte de um curso, são planejado em um currículo e eu deveria dar aquela lição específica do dia, mas meu espírito estava voltado completamente para o Salmos 139, mais precisamente os versículos 12 ao 16, veja abaixo:

Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Disso tenho plena certeza. Meus ossos não estavam escondidos de ti quando em secreto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir. Salmos 139:13-16

Bom, eu continuei preparando o estudo com a temática da lição, mas pus algumas pequenas anotações ao lado onde escrevi o título que meu coração repetia insistentemente: “Diga aos adolescentes que nenhum deles é um acidente!” Eu não tive dúvidas, aquela inspiração não era minha, não era do coração, mas do Espírito Santo e resolvi obedecer, em uma oportunidade durante a aula eu falaria desse trecho nos Salmos 139: 12-16.

Acontece que no decorrer da aula eu simplesmente esqueci-me de tocar no assunto e ministrei a lição toda, masssss no finalzinho, quando fizemos a oração após a aplicação do assunto, a lembrança daquela frase e dos salmos 139 foram tão fortes que comecei a recitá-los e dizendo tudo que o Consolador me direcionava, daí fui abraçando cada um dos alunos e alunas e dizendo: “Você não é um acidente, Deus desejou você mais que tudo, você pertence a Deus!”.

Lembro-me de que ao abraçar uma das meninas a frase foi modificada e chorei muito como se sentisse uma dor profunda, uma dor que parecia vir daquela adolescente, como se eu estivesse recebendo sua dor, estava levando a dor junto com ela, a compaixão tomou de conta de mim e então disse a ela: “Você não é um acidente, nem um erro, mesmo que tua mãe diga que você é indesejável e mesmo que ela tenha tentado fazer você não existir, foi Deus quem te formou, gerou e fez nascer, Ele ama você, você pertence a Ele, entregue essa dor agora ao Senhor Deus seu querido Pai!” Ah que emoção repetir essas palavras depois de tantos anos, e mais emoção sinto em saber que você ao lê essas palavras pode também está sendo abençoado(a) com elas!

Bem, mas o que isso tem de especial, parecem palavras que sempre falamos ou um mero discurso psicológico? Oh Não! Definitivamente não. Eu acredito que líderes, professores de EBD, pastores, todos aqueles que ministram a Palavra de Deus, eles oram para que Deus os oriente e use, o Espírito Santo é quem conhece os mistérios de Deus e também os corações das pessoas que nos ouvem, sempre oro nesse sentido quando vou pregar, ensinar, creio que Deus usa seus filhos e filhas para abençoar e edificar vidas!

Vamos então continuar para você compreender o que realmente aconteceu e porque a frase mudou exatamente quando fui abraçar aquela mocinha frágil, e que tanto chorava e se alegrava ao ouvir aquelas palavras durante a oração...

No culto da noite, a avó dela que a criou desde bebê, veio me abraçar com muita satisfação, aquela mocinha que lhe falei, era sua neta, e começou a contar-me o motivo de sua alegria. Sua neta havia chegado em casa naquele dia da EBD de modo radiante, e muito se alegrava em Deus. Aquela adolescente sofria de uma dor que ninguém sabia, somente o Espírito de Deus poderia saber de sua dor e dúvidas, e naquela manhã ela saiu de casa decidida a tirar a sua vida quando voltasse da igreja, ela sentia-se rejeitada, a dor de saber que fora abandonada pela mãe quando era bebê e que ao procurá-la não encontrou interesse de sua mãe, nem mesmo amor, e em saber que ela havia tomado remédios para abortá-la, isso a torturava e tudo que lhe acontecia na vida atribuía a essa rejeição e maus tratos. (eu não sabia disso antes da avó dela me contar tudo!)

Devido a esse vazio de amor de pai e principalmente do amor de mãe, ela confundia seu relacionamento com Deus como Pai, e muitas vezes se sentia como rejeitada por Deus, achando que seria impossível de agradá-lo, e que sua vida não fazia nenhum sentido.

Naquele dia ela fez uma oração em desespero devido sua dor interior, tiraria sua vida se Deus não lhe falasse exatamente sobre sua dor, as idas à igreja pareciam simples reuniões e gostaria de pedir que Deus fizesse diferente naquela manhã.

Depois daquele dia, aquela adolescente teve uma certeza: Deus a amava mesmo sem sua mãe amar, mesmo que seus pais a desprezassem, Deus jamais a rejeitaria. Hoje ela é uma mulher segura e casou com um bom rapaz que a ama e cuida dela com carinho. Ela valoriza sua vida como dádiva e plano de Deus e seu casamento foi uma bênção de carinho e amor. Hoje ela sabe que nada e ninguém podem superar o amor de seu Deus! E que mesmo que venha passar por aflições na vida, existe o Deus que está sempre presente, e seu amor jamais acabará!

Infelizmente há muitos casos assim, mas Deus continua falando, dizendo que mesmo que seu pai e sua mãe lhe abandonem, mesmo que a mãe que amamenta despreze o filho ou filha, o Senhor Deus jamais lhe abandonará, jamais lhe rejeitará. Não confunda o Amor de Deus Pai com o amor dos pais e mães terrenos, Deus é excelência, ele é Deus e sua natureza é amor, Ele é o próprio amor. Ele deu o seu Filho amado para lhe salvar! Até sua disciplina é prova de amor. Ele não ama ou deixa de amar você pelo que você é ou faz, claro que Ele quer o seu melhor e esse melhor é obedecê-lo e fazer o que lhe agrada, mas mesmo que peque, erre, seu amor está ao seu alcance, Ele sabe se compadecer dos que são tentados e sofrem, pois nosso Jesus padeceu todas as coisas e podemos recorrer a Ele para ter graça e misericórdia a fim de sermos socorridos em tempo oportuno! Você precisa? Então é o tempo oportuno, busque-o, não evite o Senhor Deus, não pense errado sobre Ele, pois seus planos para sua vida jamais serão de mal, mas de bem, para dar o futuro que Ele planejou para você!

Deus te abençoe e fortaleça seu coração nesse amor que lança fora todo medo.

Ah, algo importante que não falei: Aquela adolescente conseguiu com a ajuda do Senhor (ela o buscou para isso) a perdoar sua mãe e seu pai que jamais o conheceu! Por isso ela é livre, a Verdade a libertou! Conheça essa Verdade, entregue sua vida a essa Verdade que é Jesus. O Caminho, A Verdade e A Vida! Vida Ele te deu, vida abundante Ele tem pra te dar! Sim, é possível. Creia! Sem fé é impossível agradar a Deus e quem se aproxima dEle deve crer que Ele existe e recompensa os que O buscam! Que Deus Bom!

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. Hebreus 11:6

Ore ao Senhor, apresente sua vida e dor a Ele, peça que lhe faça sentir-se seguro(a) e crente em suas palavras e que a certeza do amor de Deus por você possa agora mesmo por meio da fé habitar em sua vida, que haja o perdão, e que você seja livre para amar e viver para glória do Senhor, também sendo usado(a) para consolar vidas com as mesmas consolações que você recebeu dEle. Releia Salmos 139 e faça um estudo mais detalhado, orando e pedindo que o Espírito Santo lhe ensine toda a verdade de Deus.

Um abração bem forte!
Jan


Leia esses versículos:

Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá. Salmos 27:10

Será que uma mãe pode esquecer o seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você! Isaías 49:15

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. João 14:6

E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. João 8:32

O Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês. João 14:17

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro.  Jeremias 29:11

Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. 1 João 4:8

No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor. 1 João 4:18

Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença. Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade, para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento. E nos revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo,  Efésios 1:4-9


Caso queira escrever, compartilhar a sua experiência e/ou se esse pôster foi bênção em sua vida meu e-mail é  ministerio.c.adolescentes@gmail.com

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Pais, não irritem os seus filhos!



Pais, não irritem seus filhos

por Dave Bruskas

Existem dois textos no Novo Testamento que falam diretamente aos pais: Efésios 6.4 e Colossenses 3.21. Curiosamente, eles começam da mesma forma: “Pais, não irritem seus filhos”.
Esse par de versos destaca a ameaça mais séria que um pai cristão pode oferecer às suas crianças: provocá-los ou irritá-los ao ponto de desencorajá-las. Como pai, tenho descoberto dois caminhos que sou inclinado a andar quando irrito minhas quatro meninas: perfeccionismo e passividade.

Perfeccionismo
Eu desejo desesperadamente que as minhas garotas se tornem mulheres cristãs maduras. Quero que elas sejam mulheres que pensem, sintam, ajam e falem como Jesus.
Assim, eu irrito minhas filhas ao ponto de desencorajá-las quando espero que elas sejam perfeitas agora, com suas próprias forças, tentando sempre ir além do que podem.
Certa vez, em um jantar em família com um convidado, uma das minhas filhas reclamou do sabor da comida de uma forma extremamente desagradável. Eu nunca tinha ouvido minha filha usar aquela palavra que ela falou. Fiquei perplexo, minha esposa ficou constrangida, e o convidado apenas deu um sorriso amarelo. Ela então se desculpou de forma sincera e pediu perdão. Mas eu resisti. Queria que ela fosse castigada. Mas ela me lembrou, respeitosamente, que Jesus era mais que seu perdoador; ele era o próprio perdão. Eu estava tentado com muita força desencorajá-la, mas ela se recusou a se irritar.
A perfeição, no sentido de ser completamente como Jesus, é o objetivo final. Mas a perfeição nunca vem pelas nossas forças, nem é alcançada completamente nessa vida (1 João 1.8).

Passividade
O extremo oposto do perfeccionismo é a passividade. A passividade é a atitude fatalista: “Como é Jesus quem vai mudar o coração da minha filha, não há nada que eu possa fazer além de orar, assistir e esperar que o melhor aconteça”. Esse erro ignora completamente o mandamento aos pais em relação aos seus filhos em Efésios 6.4: “criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor”. Esse é o outro lado da moeda da passividade: há muito que fazer!
Tradicionalmente, eu levo cada uma das minhas filhas a um retiro espiritual de pai e filha no verão, quando elas estão mais ou menos entre a 5ª e a 6ª série. A mais nova já está começando a 7ª série, mas ainda não viajamos. Toquei nesse assunto outro dia, comentando que mais um verão havia passado, que estava triste, e que esperava que isso acontecesse em breve. Ela me respondeu: “Eu também estou triste, papai. Mas eu não posso dirigir, e eles não me deixam comprar passagens de avião sozinha. Só estou dizendo.” Ela estava certa. A viagem dependia completamente de mim, e a minha passividade em planejá-la estava desencorajando-a.

Pregando para mim mesmo
Se eu quero ser o pai que Jesus me chamou para ser, de acordo com Colossenses 3.16, isso deve vir da Palavra de Cristo viva em mim. A tarefa mais importante que eu encaro diariamente ao criar minhas filhas é pregar o evangelho para mim mesmo, deixando para trás meus pecados de perfeccionismo e de passividade, e ao invés disso, confiando na obra perfeita de Jesus para alcançar perdão e obediência. Apenas assim eu deixarei de irritar minhas filhas ao ponto de desencorajá-las e começarei a ensiná-las nos caminhos do Senhor.

Traduzido por Filipe Schulz | iPródigo.com
Acesso em novembro de 2012.