quarta-feira, 25 de abril de 2012

Escolhas...


Eu podia escolher o modo mais cômodo, mas escolhi amar...
Eu podia escolher apenas ouvir as pregações, mas escolhi praticar...
Eu podia escolher uma simples vida de igrejado, mas escolhi ser servo, discípulo...
Eu podia me agradar de qualquer música que fala em Deus, mas aprendi discernir...
Eu podia viver em cima do “muro espiritual”, mas resolvi me decidir...
Eu podia apenas dizer Senhor, Senhor, mas permiti de verdade, Ele ser o Senhor da minha vida...
Eu podia construir minha casa sobre a areia, mas me esforcei, cavei fundo, fiz meus alicerces e pus meus pés sobre a Rocha...
Eu podia fazer tudo que eu quisesse, mas nem tudo convém que eu faça...
Eu podia fazer qualquer coisa que me é lícito, mas não me deixo escravizar por nenhuma delas...
Eu podia me conformar com o mundo, mas resolvi transformar a minha mente....
Eu podia ser o mais valente e revidar tudo, mas resolvi aprender de Jesus que é manso e humilde de coração...
Eu podia usar meus problemas para justificar minha incredulidade, mas me decidi crer mesmo sem entender...
Eu podia ser só mais um na multidão, mas escolhi ser luz no meio dela...
Eu podia expor meu corpo, mas resolvi declarar minha fé...
Eu podia me envergonhar do Evangelho, mas resolvi sofrer por ele...
Eu podia fingir não ouvir a Deus, mas decidi renunciar a mim mesmo, tomar a cruz e seguir...
Eu podia escolher o aqui e o agora, mas preferi a eternidade...
Eu podia ter o prazer sem Deus, mas me decidi pela alegria da comunhão com Ele...
Eu podia rejeitar os conselhos que recebi, mas não nasci para ser tolo...
Eu podia levar conversas e fazer intrigas, mas quero ser um pacificador, pois sou filho de Deus...
Eu podia agradar a mim mesmo e a meus amigos, mas preferi agradar primeiro a Deus...


E ainda que eu possa fazer qualquer escolha em minha vida, pois Deus me deu liberdade para isso, independentemente da presença dos meus pais, líderes, pastores ou qualquer outra pessoa, de livre e espontânea vontade, eu propus em meu coração não me contaminar e resolvi amar a Deus não só de palavras, mas de verdade, de todo coração, de toda alma e com todas as minhas forças...e não viver por vista, mas por fé....pois estou crucificado com Cristo, e já não vivo, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.
Na verdade descobri que eu não podia por mim mesmo, mas posso naquele que me fortalece, por isso prossigo para o alvo, deixando todo o embaraço e o pecado que tão de perto me rodeia...corro a corrida e cumpro a tarefa que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus!


- Identifique qual versículo bíblico está relacionado em cada linha e reflita sobre suas escolhas. Lembre-se que escolher envolve o racional, é uma decisão pessoal e consciente, inevitavelmente pode levar a renuncias...Peça a Deus para ajuda-lo(a) a tomar firmemente a decisão de servi-lO com integridade e coração inteiro para Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário