sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

10 Dinâmicas variadas!

10 DINÂMICAS VARIADAS

01. “As Folhas da vida"
Texto Bíblico: Pv 21:23; Tg 1:26.

Objetivo: Refletir sobre a impulsividade ao falar!

Material: folhas de papel A4 e bastante giz de cera que dê para todos usarem.

Procedimento: Peça para que sentem em forma de círculo, dê uma folha de papel a cada participante e ponha bastante giz de cera para que eles possam usar, depois de entregar as folhas a cada um deles, peça duas coisas: 1º) que peguem giz de cera da cor que desejarem e risquem ou escrevam o que quiserem na folha, eles terão 20 segundos para fazer isso, após passar esse tempo; 2º) peça para que amassem bastante a folha.
Depois que todos amassarem bem cada um a sua folha, diga-lhes que agora devem desamassar a folha e limpar tudo que riscaram ou escreveram, deixando a folha igual como era antes. Observe a reação deles nessa hora!

Discussão:
Eles dirão com certeza que isso não será possível e que ninguém irá conseguir deixar a folha como era antes, interaja com eles ouvindo suas argumentações e pergunte por que não será possível deixar a folha como era antes... Então explique a eles que a folha que receberam representa as nossas palavras, e basta que uma vez elas sejam ditas e, dependendo do que dissermos, não podem mais serem consertadas, por isso devemos ter cuidado ao falar e pensar bem naquilo que vamos dizer ao outro (a) para que não venhamos a machucar o próximo, pois uma vez aberta uma ferida será difícil cicatrizá-la.

- Pergunta: se vocês soubessem que essas folhas representariam nossas palavras aos outros, vocês teriam mais cuidado e não amassariam ou selecionariam melhor o que escreveram ou riscaram?


02.   "CERTO X ERRADO”
          O que você pensa sobre...
       
Texto Bíblico: Sl 119: 9, 11, 24 30 e 105.

Objetivo: Aprimorar a compreensão das mensagens recebidas, ter discernimento analisando-as à luz da Bíblia.

OBS.: Você pode usar essa dinâmica para introduzir um único assunto que deseja estudar com os adolescentes ou pode pegar vários temas interessantes e expor os vários conceitos para analisar os níveis de compreensão e conhecimento deles sobre vários assuntos à luz das Escrituras Sagradas.  
Exemplo de temas que podem ser usados: virgindade, aborto, drogas, músicas de duplo sentido, Bullying, “Baladas gospel ou não gospel”, “ficar”, manter-se puro para o casamento, a morte, o suicídio etc.

Material: Você vai precisar de Fichas de cartolina, lápis ou caneta e caixas de papelão.

Procedimento: Escolha um tema dentro do assunto que deseja estudar com eles. Distribua as fichas contendo conceitos tanto adequados quanto inadequados, referentes ao tema proposto. Distribua duas caixas de papelão por grupo, assinalando-se uma delas o termo “certo” e na outra, “errado”. Agrupe os participantes em pequenas equipes. Peça ao grupo que, tomando conhecimento do que estiver escrito nas fichas, coloque-as nas caixas adequadas. Será vencedora a equipe que, tendo concluído sua tarefa em tempo menor que as demais, tenham executado corretamente, escolhendo os conceitos de acordo com a Palavra de Deus.

Discussão: Analisar e comentar os conceitos adequados à luz da Bíblia e porque os demais não estão adequados, embora para muitos possam ser corretos. Interaja e permita que todos socializem as conclusões do que acharam da atividade e quais conceitos mudaram.

03) “VOCÊ ME PERCEBE?”
Texto Bíblico: Pv 17:17; 27:17

Objetivo: melhorar a percepção

Procedimento: Você pede para que todos façam dois círculos, um círculo dentro do outro, agora cada um do círculo interno deve ficar de frente a outra pessoa do círculo externo, um de frente para o outro, como se dupla fossem, então, durante 30 segundos eles devem olhar bem um para o outro, depois desse tempo, ambos se viram de costas e mudam alguma coisa no visual  (pode ser na roupa, no cabelo, tirando ou segurando algum objeto, eles devem mudar alguma coisa no visual deles ou na fisionomia) após 30 segundos, peça para que se virem novamente de frente para o outro e se observem por 30 segundos, após se observarem cada um deve dizer o que mudou em seu parceiro. Aquele que não acertar deve “perder” seu par, as duplas que se perceberem acertando o que cada um mudou/alterou em si, ganham um prêmio (pode ser bombons ou chocolates)

Discussão: Você percebe seus pais, irmãos, amigos, as pessoas à sua volta? Percebe suas qualidades? Suas dificuldades? Ou só percebe os defeitos? Você percebe os outros para ajudá-los ou apreciar suas qualidades, ou, é indiferente ou sempre crítico?


04) “QUEBRA-CABEÇA”
Texto Bíblico: Ec 4:9,10; Ne 4:16, 17; Mt 18:19.

Objetivo: compreender a importância de saber trabalhar em equipe.

Essa dinâmica tem duas fases:

Fase 1:

Material: Para fazê-la você vai precisar de um quebra-cabeça, com no máximo 50 peças.

Procedimento: peça que todos fiquem em círculo e espalhe as peças do quebra-cabeça numa mesa, e diga que todos devem formar o quebra-cabeça em 15 minutos. Passando esse tempo, devem encerrar a montagem, mesmo sem que tenham terminado.

Fase 2:

Material: Para fazer essa etapa, você deve ter dois quebra-cabeças iguais de 50 peças e dois envelopes grandes para por as peças dentro, um para cada grupo.

Procedimento: Divida eles em dois grupos de igual número de pessoas. Por exemplo: dois grupos de 5 ou 10 pessoas, diga que cada grupo deve escolher um líder e que esse líder deve integrar todos os membros do grupo na atividade. Entregue para cada um dos líderes 1 envelope contendo dentro deles um quebra-cabeça. Informe que os grupos deverão montar o quebra-cabeça em no máximo 15 minutos, mas o grupo que terminar primeiro pode avisar.

Discussão: Eles deverão perceber que para concluir melhor a tarefa, precisarão uns dos outros. Discuta com eles:
- qual das duas fases foi mais fácil de montar o quebra-cabeça? Por quê?
- porque montar o quebra-cabeça junto com o grupo e com uma liderança foi mais organizado, rápido e deu oportunidade para todos participarem?
- porque é importante termos organização, liderança e aprendermos trabalhar em grupo?

05) “UM SÓ CORPO”
Texto Bíblico: Rm 12:5; Gl 3:20; 1 Co 1:10.

Objetivo: analisar a importância da comunicação para trabalharem juntos

Material: Você vai precisar de folhas de papel para cada participante, duas cartolinas, pincéis coloridos, fita adesiva, cola para papel e tesouras.
Procedimento: Essa dinâmica tem dois momentos:

1º momento:

Divida eles em dois grupos de igual número. Nesse primeiro momento da atividade, dê a cada membro dos grupos, uma folha de papel e pincéis. Cada membro do grupo deve escolher uma parte do corpo humano e desenhar em uma folha de papel, sem que os outros componentes do seu grupo saibam (não devem se comunicar). Após todos terem desenhado, devem recortar e cada grupo deve montar um boneco com todas as partes do corpo que cada membro de seu grupo desenhou ( na certa não vão conseguir pois, terão várias partes repetidas (exemplo: como vários olhos, mãos etc) e outras partes certamente faltarão (exemplo: boca, pé, etc).
- Após montarem os bonecos, discuta com eles qual o resultado do trabalho que fizeram, se foi proveitoso ou não, se conseguiram montar um boneco completo ou não...quais as dificuldades e resultados do trabalho em grupo.

2º momento:

Em seguida, dê a cada grupo outra folha de papel, só que dessa vez, não é uma folha para cada membro dos grupos, mas uma cartolina para todo o grupo (cada grupo ganha uma cartolina), peça que os membros dos grupos se comuniquem, pois eles devem se organizar combinando qual parte do corpo humano cada um deve desenhar para montar o boneco. Em seguida, após cada um definir sua parte em concordância com os outros, devem desenhar na cartolina e montar o boneco. Terminada a montagem, cada membro deve refletir e falar sobre como foi montar o boneco juntos. Quais as dificuldades e o resultado etc.

Discussão final: Somos um só corpo, com muitos membros, Cristo a cabeça desse corpo, como está nossa comunicação uns com os outros, trabalhamos juntos, cada um fazendo sua parte, mas temos um só propósito?

Perguntas: Quais as diferenças entre os dois momentos na construção do corpo humano, em qual delas o resultado foi melhor?

06) “QUEM SE IMPORTA?!”
Texto Bíblico: Fp 2:1-4

Objetivos: Pensar coletivamente, não ser egoísta.

Procedimento:
- Forme vários grupos de três pessoas (atenção: mas deverá sobrar uma pessoa)

- Cada grupo formará “a casa” (duas pessoas juntas, uma de frente a outra com as mãos levantadas, formando uma “casinha”  e 1 "morador" (uma pessoa ficará entre os outros dois que formam a “casa”.

- Uma das pessoas estará sozinha, sem “casa”, ela ficará no centro do círculo.
 

- As “casas” formarão um círculo e o “morador” sem “casa” ficará no centro desse círculo.
 

- Você ou a pessoa que sobrar deverá falar (para todos ouvirem) uma das três opções abaixo: 

a) “MORADOR!” - Todos os "moradores" trocam de "casa", devem sair de uma "casa" e ir para a outra. Não podem permanecer na mesma “casa”.
As “casas” devem ficar no mesmo lugar e a pessoa do meio (o “morador”) deve tentar entrar em outra "casa", fazendo sobrar outra pessoa, que ficará sozinha no centro do círculo.

b) “CASAS!” - Dessa vez só as “casas” trocam de lugar, os “moradores” ficam parados.
Obs.: As “casas” devem trocar de pares. Assim como no anterior, a pessoa que sobrava no meio tenta tomar o lugar de alguém, formando uma “casa” com outra pessoa. Aquele que sobrar, vai para o centro do círculo, será o “morador” sem casa.

c) “TERREMOTO!” - Todos trocam de lugar, quem era “casa” pode virar “morador” e vice-versa.
Obs.: NUNCA dois “moradores” poderão ocupar a mesma “casa”, assim como uma “casa” também não pode ficar sem “morador”.

Discussão:
- Como vocês se sentiram quando ficaram sem “casa”?
- Os que tinham “casa” pensaram alguma vez em dar o lugar ao que estava no meio? Colocou-se no lugar do outro alguma vez?
- Como nos sentimos ao sermos excluídos de um grupo? Por que algumas pessoas não interagem com outras, e impedem outros de ingressarem em seu grupo?

07) “LEVANDO AS CARGAS UNS DOS OUTROS”
Texto Bíblico: Gl 6:2; Rm 15:1; Lc 10:33,34

Objetivo: auxiliar o grupo a pensar na importância de ouvirmos uns aos outros procurando a forma melhor de ajudar.

Material: Uma folha de papel para cada participante e nela escrito o seguinte:  “ O meu problema é...”; um lápis ou caneta para cada um deles.

Procedimento: Para essa dinâmica o essencial é que participem 10 pessoas, mas se seu grupo for maior, você pode dividir em dois grupos de 10 ou adaptar.  
O grupo deve sentar-se em forma de círculo. Cada uma das pessoas receberá a folha “O meu problema é...” e um lápis ou caneta, e no centro do círculo deve ter uma caixinha para colocarem as folhas dobradas, após escritas. Ninguém precisa se identificar e podem falar a respeito de um problema que gostariam de ajuda para si ou aquilo que acham que o grupo de adolescentes precisa resolver.
Após escreverem, você pega as folhas da caixinha e lê os problemas, cada problema lido será discutido por todos e apresentadas soluções/ propostas por todos que desejarem participar, votarão a melhor solução para cada problema e ao final oram juntos.

Discussão:

- Qual a importância de nos ajudarmos uns aos outros?
- Quando soubermos de um problema não devemos ficar comentando, então, qual a melhor atitude a tomar para ajudar?


08) “A teia da inimizade”
Texto Bíblico: Pv 20:19; Sl 34:13; 2 Tm 2:16; Pv 11:13;26:20

Objetivo: refletir como os mexericos e disse-me-disse são prejudiciais para o grupo.

Material: Um rolo ou novelo de lã.

Procedimento: Diga para os adolescentes formarem um círculo. Elabore uma boa frase envolvendo alguns dos adolescentes presentes e diga a frase no ouvido de um deles sem que ninguém mais ouça o que você disse. Entregue o rolo de lã a essa pessoa que você escolheu, ela começará a dinâmica. Em seguida, aquele que ouviu a frase, deve escolher uma das pessoas do grupo (não precisa ser na sequencia, ele pode escolher  qualquer uma em qualquer posição do círculo) e conta a essa pessoa a frase que ouviu, ele segura a ponta da linha do rolo de lã e passa o rolo pra pessoa que contou a frase, e assim sucessivamente, cada um vai escolhendo alguém do grupo, conta no ouvido a frase que ouviu do outro, segura o pedaço da linha do rolo de lã e repassa o rolo para o outro, até que todos tenham ouvido a frase e estejam segurando um pedaço da lã. Após todos terem ouvido a frase e estarem segurando uma linha do rolo de lã, aquele que foi o último a ouvir e a receber o rolo de lã, deve contar para todos qual foi a frase que ouviu. Essa frase provavelmente estará diferente daquela que você contou ao primeiro que a ouviu e todos estarão envolvidos na linha de lã como uma teia.

Discussão: Os fuxicos, fofocas, mexericos causam inimizade entre as pessoas do grupo? Você costuma ouvir informações sobre os outros? Você repassa informações dos outros que foram contadas por outros? Você é curioso (a) pela vida alheia? Você guarda segredos? Quais os problemas gerados pelos fuxicos e pelo disse-me-disse? Como devemos reagir diante de falatórios?


09) “LANÇANDO FORA!”
Texto Bíblico: 1 Pe 2:1-3

Objetivo: refletir sobre os sentimentos prejudiciais para suas vidas e relacionamentos.

Material: Balões, papéis e canetas.

Procedimento: Dê a cada adolescente um pedaço de papel, caneta e um balão. Eles devem escrever no pedaço de papel, um sentimento que eles acham que é ruim para suas vidas e que prejudica seus relacionamentos: com Deus, com os pais, com o próximo. Após escreverem o sentimento no papel, dobram o papel e colocam dentro do balão, devem enchê-lo e amarrá-lo. Depois que todos fizerem isso, cada um deles, individualmente, vai estourar o balão e dizer qual sentimento estão “jogando fora” e porque aquele sentimento prejudica nos relacionamentos.

Discussão: Todos nós como seres humanos temos sentimentos tanto positivos quanto negativos, sentimentos negativos como inveja, ódio, mágoas, vingança etc., são sentimentos que nos escravizam e atrapalham nosso relacionamento com Deus e com o próximo. Deus, através da nova vida em Cristo, pela sua graça, produz em nós o fruto do Espírito e nos capacita a rejeitar esses maus sentimentos e não ser mais dominados por eles. Como você tem agido em seus relacionamentos? Que sentimentos você tem cultivado e guardado? Como você tem lidado com sentimentos negativos no dia a dia?


10) “OUVIR- LEMBRAR- PRATICAR”
 Texto Bíblico: Tg 1:22-25.

Objetivo: analisar até que ponto nos lembramos da Palavra de Deus que ouvimos nos estudos, escola bíblica, reuniões de ensino etc. Somos ouvintes esquecidos?

Material: Variadas figuras coloridas de: paisagens diversas, de cenas marcantes, de crianças, de idosos, de casais etc. (no mínimo 10 figuras).

Procedimento: Divida os adolescentes em dois ou três grupos de 5 ou 6 pessoas, dependendo da quantidade de adolescentes. Exponha as figuras na parede ou quadro, bem visível a todos. Diga para que todos observem as figuras atentamente, e exponham como se sentem vendo as figuras, que sentimentos afloram ao verem cada figura. Após o diálogo sobre as figuras e o que elas despertam ou lembram, retire-as da parede ou quadro, cante um corinho com eles, e depois retome a dinâmica, misture bem as figuras tirando da ordem e inverta, explique que  cada grupo deve pegar 5 figuras e colocá-las na ordem que estavam antes. Depois que colocarem todas as figuras, avalie se estão fixadas na ordem correta e qual grupo acertou mais.

Discussão: Ao ouvirmos a Palavra de Deus também afloram em nós sentimentos, mas não apenas o sentir, mas o pensar deve fazer-nos refletir sobre nossas vidas, ações, nos movendo a viver aquilo que ouvimos, assim demonstraremos se realmente aprendemos e valorizamos a Palavra de Deus.
Você reflete sempre após ouvir a Palavra de Deus? Você exercita aquilo que ouve, procura praticar a Palavra de Deus e lembrar-se daquilo que foi ensinado?  Você dá crédito a Palavra de Deus ou ignora, esquece?

4 comentários:

  1. Que o Senhor abençoe sempre seu ministério e continue nos auxiliando com seus textos e dinâmicas que são maravilhosos.Um abraço,Cris.

    ResponderExcluir
  2. Agradeço querida Cris!
    Louvamos a Deus por sua graça...
    Deus te abençoe, abraço, Janaína

    ResponderExcluir
  3. Que Deus abençoe aos organizadores desta página, pois, as dinâmicas irá contribuir para uma aula descontraída com os meus alunos. Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Graças ao Senhor pelo blog! Vai me ajudar muuuito com os adolescentes da igreja!! Aleluia!!

    ResponderExcluir