domingo, 18 de dezembro de 2011

O "espírito natalino" transforma* ... Verdadeiro ou Falso?!


 O "espírito natalino" transforma* a vida das pessoas no Natal!

O que você acha dessa afirmação?

Quando nos referimos ao “espírito natalino”, estamos tratando sobre o ânimo das pessoas para aquilo que remete ao Natal. Nesse momento, todas as pessoas, e principalmente o comércio e a mídia em geral, intensificam sua atenção ao tema e as pessoas ficam mais sensíveis, desejosas de viverem momentos de paz e harmonia com todos. Há mobilizações para ajudar o próximo, para o perdão, a busca da solidariedade, fraternidade, momentos com a família, enfim, muitos dos ensinamentos e valores ensinados por Cristo passam a ter mais destaque nessa data do ano e com isso, as pessoas passam a manifestar essa vontade, se disponibilizando em busca desses valores.
No entanto, a afirmativa em destaque acima* não é verdadeira, porque esse “espírito natalino”, ou seja, esse ânimo de alma, essa motivação de fazer o bem não é, por si só, capaz de transformar a vida das pessoas, porque quando somos transformados não demonstramos tal mudança apenas em uma época ou circunstância, mas em todo o ano e em toda a nossa maneira de viver, no decorrer de nossas vidas.
O único que pode transformar de verdade nossas vidas é Jesus Cristo, através do novo nascimento, pela graça somos salvos mediante a fé em Cristo Jesus, não sendo meramente por obras, o Espírito Santo nos convence e com arrependimento sincero nos dispomos a deixar para trás as coisas passadas e viver em novidade de vida, logo, as coisas velhas que nos motivavam a uma vida egoísta e pecaminosa são passadas e eis que tudo se fez novo, nos revestimos do novo homem (espiritual),  que não vive apenas para si, mas agora para Deus e, portanto, busca agradá-lo em tudo, o relacionamento com Deus de genuíno exercício espiritual constante, a limpeza pela Palavra de Deus, passamos a produzir frutos e refletir a Cristo, pois estamos ligados nEle, então assim como Ele andou, devemos andar também, amar a Deus e ao próximo, ser solidários, perdoar, enfim, ser um cristão de verdade. (Veja em João 15:3,4; 16:8-11; 2 Coríntios 5:17; João 4:1-21; Efésios 2:1-10; Romanos 8:3-16; 1 João 2:6; 3:6,9).
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário